POSSO PERDER A BOLSA DO PROUNI?

Tempo de leitura: 3 minutos

O Programa Universidade Para Todos beneficia, todos os anos, milhares de estudantes na hora de conseguir uma bolsa na faculdade. Mas para manter-se no programa, é necessário que os bolsistas tenham determinada postura para que não percam o benefício.

Confira como se precaver desse tipo de acontecimento.

  • É necessário que aluno obtenha 75% de aprovação nas matérias do curso:

Os bolsistas do Prouni precisam ter 75% de aprovação em todas as disciplinas de todos os períodos do curso prestado. Se o rendimento do aluno é menor que essa porcentagem, o estudante apresenta justificativas para tal fato, a partir disso, o coordenador do ProuUni e os professores analisam as justificativas apresentadas pelo estudante para decidir se a bolsa será ou não cancelada. A autorização deste benefício só pode ser concedida pelo coordenador do Prouni duas vezes.

Número de disciplinas cursadas no período letivo Número de disciplinas em que deve haver aprovação
1 1
2 2
3 3
4 3
5 4
6 5
7 6
8 6
9 7
10 8

Os alunos que possuem bolsas parciais a cobrança será proporcional ao percentual a bolsa do candidato.

Se o bolsista integral reprovar em uma matéria a instituição não poderá cobrar pela matéria.

  • Irregularidade na documentação:

O candidato que fraudar alguma informação referente as documentações solicitadas no ato da inscrição no site e apresentadas no momento da matrícula na instituição perderão sua bolsa. Para participar do Prouni o estudante deve ter uma renda familiar per capita de no máximo 1,5 salários mínimos para bolsa integral ou 3 salários mínimos para bolsa parcial.

  • Conclusão de curso:

O estudante que concluir o curso de graduação pelo Prouni ou qualquer outro curso superior (mesmo que este não seja beneficiado pelo programa) terá o cancelamento automático de sua bolsa.

  • Confirmação de matrícula periodicamente:

O primeiro semestre de cada ano letivo deve ser confirmado por todo estudante, tanto para os bolsista do Prouni quanto para os não participantes do programa. Caso o aluno não dê o aceite na matrícula a cada início de período, também perderá sua bolsa.

  •  Caso o bolsista se matricule em uma universidade pública ou gratuita:

O intuito do programa é ajudar estudantes não tem condições socioeconômicas para pagar por cursos de graduação. A bolsa é cancelada se o beneficiário do Prouni se matricular em alguma instituição privada de ensino superior.

  • Aumento de renda:

O bolsista do Prouni pode apresentar melhoria nas condições socioeconômicas. No momento da inscrição na universidade é preciso comprovar a renda familiar para que o programa possa valer. Se o aumento da condição substancial for alta, entende-se que o estudante não precisa mais de ajuda para financiar os estudos pelo Prouni.

  • Bolsistas integrais beneficiados no Prouni e Fies:

Só é possível que o estudante seja beneficiado em apenas um programa de financiamento estudantil, ou seja, alunos que utilizarem o Fies para financiar cursos diferentes do que está sendo utilizado o Prouni, perderão sua bolsa.

Somente os alunos com bolsas parciais pelo FIES podem financiar o restante das parcelas pelo Prouni.

  • Ordem judicial:

Pode ser que, em alguns casos, alguns solicitantes do Prouni recorram à justiça para tentar uma vaga no programa. Em outros casos, só é possível saber se aluno dará continuidade no programa após a decisão judicial.

  • Evasão escolar:

Caso o bolsista deixe de frequentar as aulas, também perderá sua bolsa. Só é possível ter 25% de faltas de acordo com a grade curricular.

Confira o Manual do Bolsista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *