PROFESSOR RECOMENDA JÁ COMEÇAR OS ESTUDOS PARA O ENEM 2017

Tempo de leitura: 2 minutos

A segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acaba de ser realizado e a estimativa de abertura das matrículas para o próximo concurso, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), é para meados de maio de 2017. A realização da prova, de acordo com o mesmo instituto, será ou no último final de semana de outubro ou no primeiro de novembro.

Para Diego Viug, coordenador pedagógico do curso online ProEnem, é primordial que o aluno já comece a fazer um planejamento do que deve ser estudado no próximo exame. Ter compromisso com o estudo, organização com o material que deve ser revisado e muita disciplina seriam os pontos principais para o sucesso.

Além do estudo presencial dentro das salas de aula, o coordenador afirma que são variados os conteúdos online criados para cada tipo de situação e propósito.

—Existem vídeos curtos e diretos, vídeos de resoluções de exercícios ou ainda vídeos ao vivo, com uma dinâmica mais participativa e com duração um pouco maior. Cada aluno se encaixa num perfil específico e devem utilizar-se desses recursos da forma que preferir.

Segundo ele, existem aulas gravadas e outras que são “ao vivo”, que são disponibilizadas através do YouTube. “O que não fazer na redação do Enem” e “30 citações para fazer sua redação bombar” são alguns dos exemplos de aulas em vídeo, que contam com milhares de curtidas na plataforma digital.

Recém-formado pelo Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ), Pedro Barreto, de 18 anos, não se arrepende de todo esforço que fez para estudar para o Enem. Para o jovem, sua preparação para o exame começou em 2010, assim que foi aprovado pela escola.

Pedro Barreto em sua colação de grau, finalizando o ensino médio. Foto: Arquivo Pessoal

—Olho para trás e vejo um menino de 11 anos que tinha acabado de ser aprovado para o Colégio Militar. Estudei com foco para o Enem desde que passei pelo processo seletivo para ingressar na escola.

Além da rotina escolar que durava 6h20min, Pedro ainda se inscreveu em um curso virtual onde estudava aproximadamente mais 3 horas todos os dias. E a recompensa não demorou muito.

—Passei entre os vinte primeiros em Administração e Biomedicina na IMBR, vestibular que aconteceu no dia 26 de novembro. Gostei do resultado, mas quero mesmo é cursar Economia pela FGV e vou tentar usar a minha nota do Enem.

Segundo o jovem, checar o resultado da segunda aplicação da prova não é uma opção.

—Não quero ficar ansioso, não quero me iludir com essas coisas. Vou esperar a nota final — finaliza.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *